Test Footer 1

<--isso--!
» » Parecer do MPE indica que a suposta ameaça do vice-prefeito contra a presidente do PSDB municipal não existiu.

O prefeito continua preso. Os ânimos prometem se acirrar ainda mais no município de Senador Pompeu nos próximos dias. No último dia 31 de janeiro, o Ministério Público Estadual (MPE) emitiu parecer onde conclui que não houve ameaça de morte por parte do vice-prefeito afastado, Luiz Flávio Mendes de Carvalho, contra a presidente do PSDB no município, Lúcia Aquino.
No último mês de outubro, Lúcia registrou boletim de ocorrência afirmando que teria recebido “um recado de um rapaz” informando que o vice-prefeito afastado teria R$ 5 milhões para “acabar” com ela, por ter denunciado a corrupção no Município. No entanto, depois de ouvir os envolvidos na denúncia, o MPE constatou que, na verdade, Lúcia entendeu como ameaça o que era apenas uma opinião.
Conforme o parecer, o rapaz foi notificado e prestou esclarecimentos. Disse ao Ministério Público que nunca ouviu qualquer ameaça de morte contra Lúcia, nem recebeu recado algum, apenas achava que o vice-prefeito tinha esse dinheiro para gastar na política. Consta no documento que o órgão chegou a solicitar a inclusão de Lúcia no Programa de Assistência a Vítimas e Testemunhas, mas ela recusou.
Segundo o parecer, assinado pela promotora Candice Lucena Dutra de Almeida, “o que vem ocorrendo prematuramente no município de Senador Pompeu são articulações políticas com objetivos eleitoreiros, visando as candidaturas para as eleições municipais do corrente ano”.

Postador Dra. VALÉRIA

Aqui você coloca uma descrição do postador exemplo. Oi lá! eu sou um verdadeiro entusiasta Na minha vida pessoal eu gastar tempo com a fotografia, escalada, mergulho e passeios de bicicleta da sujeira.
«
Proxima
Postagem mais recente
»
Anterior
Postagem mais antiga

Nenhum comentário:

Deixe uma resposta